quarta-feira, 10 de junho de 2009

DANÇANDO À SOMBRA DO VULCÃO II

A economia vai bem. A qualidade de vida vai mal.
A crise financeira internacional demora prá vencer nossas amuradas e penetrar em nosso território devido ao vigor de nosso mercado interno, que tem compensado as quedas nas exportações.
E sabem por que vai bem nosso mercado interno? Porque o cidadão honesto, trabalhador, que paga escorchantes impostos para sustentar poderes inúteis, adquire com sacrifício um determinado bem, digamos um televisor; o excluído (se assim o é por razões sociais ou próprias, não sei; só sei que são, excluídos e incluídos, feitos da mesma cepa, e no entanto...) invade o reduto sagrado do seu lar e surrupia o televisor; ele, pacientemente, compra outro; vem outro excluído e grau! leva o outro televisor; ele, pacientemente, compra um teceiro. Pronto; o governo pode festejar as estatísticas que lhe garantem que no mercado se vendeu três televisores no período!
Isto não é qualidade de vida, nem para o incluído nem para o excluído.

Um comentário:

clery disse...

João Donha !! Parabéns pelo seu trabalho.
clery s. donha